Seja bem-vindo. Hoje é

TEATRO LAURO MONTE FILHO

Fechado há quase 10 anos, finalmente a obra do teatro Lauro Monte Filho, em Mossoró, foi entregue à população. O investimento de R$ 5 milhões do Governo do RN, com recursos do Acordo de Empréstimo com o Banco Mundial, marca a concretização de um sonho para classe cultural mossoroense.
“A entrega dessa obra significa que toda luta da classe cultural foi válida. Aqui é um templo que acolheu e formou muitos artistas. Passar aqui em frente e ver esse teatro abandonado era um sofrimento só. Ver essa estrutura moderna nos faz acreditar que todo sonho pode virar realidade”, diz Joriana Pontes, artista e produtora cultural.
O secretário da Sethas e coordenador do Projeto Governo Cidadão explica que em novembro, o Governo do Estado vai inaugurar o Teatro Lauro Monte com uma grande festa. “Estamos devolvendo à Mossoró um patrimônio histórico e cultural importante que fazia falta à população. Estamos entregando um novo teatro, totalmente moderno, reestruturado, climatizado, com acessibilidade, com nova estrutura tecnocênica. O Governo tinha esse compromisso e cumpriu”.
Dona Edith Souto, empresária e vizinha do Lauro Monte, comenta que fez questão de estar presente hoje na entrega da obra. “Vejo que é uma obra grandiosa, estou feliz. Você não sabe o que eu sofri, apelei para todas as autoridades pedindo providências para esse teatro”. Ela conta que sofreu com a fedentina, causada pelo abandono do Teatro e afirma que o espaço estava entregue à marginalidade. “Minha casa é toda gradeada e telada, pois a infestação de mosquitos era constante. Até chikungunya peguei”, relata.
O Presidente da Fundação José Augusto (FJA), Amaury Júnior lembra que nenhum Governo investiu tanto na cultura. “Estamos investindo mais de 30 milhões na cultura. Estamos devolvendo os espaços culturais para a população. Mossoró é sem dúvida a capital cultural do Estado, tem uma produção cultural pulsante. Então devolver este teatro é devolver a economia criativa da cultura aos mossoroenses”.
João Gentil, vereador mossoroense, também presente, comenta que a população passava e via o teatro com tristeza, mas hoje é um dia de realização. “Chegar aqui hoje e ver esse teatro reaberto é emocionante”.
A chefe da Casa Civil, Tatiana Mendes Cunha, entregou as chaves do Lauro Monte ao presidente da FJA, afirmando que agora o palco está sendo devolvido aos artistas.
SAIBA MAIS
A capacidade do Teatro Lauro Monte é de 483 pessoas. A reforma contemplou um moderno sistema de som com entrada digital, 40 microfones e 8 retornos, climatização, tela de projeção de cinema, 8 varas de iluminação secundária e uma principal, clicograma, acessibilidade, elevadores e uma subestação de energia de 380KVA.
 
 
 
 
Fotos: João Vital


AnteriorPagina Anterior Proxima Pagina Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.