José Dias elogia Intervenção Federal

O deputado estadual José Dias (PSDB) afirmou, em pronunciamento na manhã desta terça-feira (20), que o Carnaval do Rio Grande do Norte foi um dos mais tranquilos dos últimos anos. A afirmação tem como base os dados da Secretaria de Segurança do Estado, que registram queda de 18% nas ocorrências de roubos e furtos.
“Tivemos neste Carnaval um dos mais tranquilos dos últimos anos. Os dados registram queda de 18% de roubo e furto em comparação aos anos anteriores”, destacou José Dias. “Para que isso acontecesse, foi necessário que o Governo pagasse o salário de janeiro e antecipasse o pagamento das diárias. O resultado são dados realmente significativos”, completou ele.
Segundo os dados apresentados por José Dias, foi registrado uma queda de 22% do índice de crimes contra a vida em todo Estado, 29% na Região Metropolitana e 9,5% no interior. “São dados que mesmo diante da atual situação, que é indiscutivelmente dramática, são muito positivos”, avaliou o parlamentar.
Ainda em sua fala, o deputado parabenizou a decisão do Governo Federal em relação à segurança no estado do Rio de Janeiro. “Foi uma decisão política de extremo risco, mas faço pedidos para que tenhamos sucesso no RJ. O sucesso dessa operação promoverá a reestruturação das forças policiais e será da mais absoluta significação para todo o Brasil. A situação que vivemos hoje é produto da irresponsabilidade dos homens”, disse ele.
Finalizando sua fala durante a sessão na Assembleia Legislativa, José Dias teceu comentários sobre o pagamento do 13º dos servidores públicos. “Como podemos fazer um milagre de termos estrada, saúde, segurança se o Estado está falido? O governador é culpado sim. Deveria ter feito os ajustes logo no início”, comentou. O deputado Tomba Farias (PSB) contribuiu com o debate citando as dificuldades dos gestores públicos de trabalhar quando os problemas herdados são muitos.
Crédito da Foto:  João Gilberto

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.