Seja bem-vindo. Hoje é

Economia dos Recursos Públicos

Em seu primeiro despacho administrativo, auxiliado pelo secretário executivo Christiano Couceiro, na manhã desta quarta-feira de cinzas (14), o governador Robinson Faria recebeu do secretário de Gestão de Projetos e Metas, Vagner Araújo, a boa notícia de que os recursos destinados a obras nas estradas do RN terão uma economia que chega a R$ 40 milhões, fato inédito no estado.
O motivo foi a concorrência entre as empresas durante a licitação, o que trouxe menores preços e uma economia muito bem-vinda, especialmente nessa época de crise nacional. Atualmente, há obras em andamento por todo o RN que somam R$ 200 milhões. Entre elas estão a estrada do melão, em Baraúna, importante para escoar a produção da fruticultura, e a estrada da produção, que liga Cerro Corá a Lagoa Nova.
Nove rodovias já receberam investimentos
O despacho abordou, ainda, um balanço do andamento das obras do projeto Governo Cidadão. Nove rodovias já receberam investimentos: RN 160 (Carnaubais), RN 118 (Jucurutu), RN 160 (São Gonçalo do Amarante), RN 011 (estrada do caju), estrada do mel III, RN 087 (Lagoa Nova), RN 307 (Genipabu), acesso a Barra de Tabatinga e RN 305 (Pitangui). Ao todo, 250 km de estradas produtivas foram pavimentadas e recuperadas, com o objetivo de melhorar a logística e escoamento de produtos agrícolas das regiões de Assú-Mossoró, em especial na produção apícola e na fruticultura irrigada.
A Estrada da Produção, como é conhecida, é uma das obras mais aguardadas e importantes para o desenvolvimento da economia do Rio Grande do Norte. Interliga a região Potengi ao Seridó, através da Serra de Santana, beneficiando uma população de aproximadamente 150 mil habitantes. Suas três pontes foram concluídas, uma em Cerró Corá e duas em São Tomé. E mesmo ainda não estando concluída, essa obra facilita a vida de quem usa a RN 203, porque encurta o caminho em pelo menos 50 quilômetros até a capital potiguar.
Além das estradas produtivas, estão em execução, via projeto Governo Cidadão, as obras de acesso ao Distrito Industrial do Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante, que já somam investimentos superior a 14 milhões de reais. Elas visam melhorar o acesso, otimizando a estrutura local, bem como reduzir o tempo de deslocamento até o aeroporto, o que contribui para atração de novos investimentos e empresas.
Foto: Ivanízio Ramos
AnteriorPagina Anterior Proxima Pagina Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.