Seja bem-vindo. Hoje é

A NOVA CARA DO GOVERNO

Vágner Araújo não será apenas o substituto da primeira-dama Julianne Faria no comando da Secretaria do Trabalho, Habitação e Assistência Social (SETHAS). A sua missão, acumulando o cargo de coordenador do programa Governo Cidadão, o “RN Sustentável”, vai além do zelo pelo Restaurante Popular, Café do Trabalhador, Sopão e o Vila Cidadã.
Experiente, tendo se destacado nos governos Wilma de Faria e Iberê Ferreira, de quem foi candidato a vice-governador nas eleições de 2010, Vágner tem a difícil tarefa de conduzir o projeto político-eleitoral do governador Robinson Faria (PSD), com vistas à sucessão de 2018. Dois pontos são primordiais:
1 – Recuperar os índices de popularidade do governo, a partir da reestrutura da máquina e o bom funcionamento dos serviços públicos essenciais. Nesse ponto, Vágner tem a garantia de que os salários dos servidores públicos serão atualizados, embora, até aqui, não haja uma sinalização confiável nesse sentido.
Ele vai tocar os programas sociais, fazendo o prato popular e o café da manhã a R$ 0,50 chegarem ao maior número possível de potiguares. Paralelamente, conduzirá a agenda de inauguração e lançamento de obras e ações do Governo Cidadão, da capital ao interior do Estado.
2 – A articulação política para construir uma aliança capaz de garantir um palanque forte para o governador. Vágner Araújo, reconhecidamente, sabe os caminhos e conhece bem os bastidores da política. Inclusive, é ele quem está promovendo encontros do governador com líderes de partidos. PSDB e PR se aproximaram bastante de Robinson nas últimas semanas, inclusive, o PSDB indicou o novo diretor-geral do Detran, Luiz Eduardo Machado.
Vágner surgiu para a política no pequeno município de Lucrécia, no Alto Oeste potiguar, pelas mãos do seu pai, Amaro Araújo. Foi prefeito ainda jovem e logo apareceu no cenário estadual, ocupando a Secretaria do Trabalho, Habitação e Assistência Social nos nove meses do governo Vivaldo Costa (1994).
Foi nas mãos de Wilma que ele escalou degraus, sendo secretário de Ação Social da Prefeitura de Natal, depois acompanhando Wilma no governo, primeiro como titular da Sethas, em seguida na oxigenada pasta do Planejamento e Finanças.
Wilma confiou a Vágner a articulação política nas eleições de 2002 e 2006, quando ela se elegeu e renovou o mandato de governadora. Agora, é Robinson quem aposta na sua capacidade.-
(César Santos/JORNAL DE FATO/13/12/2017".



AnteriorPagina Anterior Proxima Pagina Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.