9ª Semeia discute Crimes Ambientais

Com o tema “Caatinga: Guardiã da Vida do Semiárido”, a Diaconia e entidades parceiras realizam a 9ª edição da Semana do Meio Ambiente (Semeia) no Oeste Potiguar (RN). Este ano, a campanha busca conscientizar a população sobre a importância da manutenção do bioma Caatinga como fundamental para a preservação da vida, além de estimular o combate aos crimes contra o meio ambiente, mostrando os principais espaços seguros para denunciar.
No Oeste Potiguar, o destaque é para o seminário que acontece durante o dia inteiro nesta quarta-feira (07), no Sindicato dos Trabalhadores/as Rurais de Caraúbas, envolvendo as organizações, sindicatos e associações de agricultores/as familiares, contando também com a presença de autoridades como o representante local do Ministério Público, promotor Rafael Paes.
“Este será um momento histórico para a região, pois teremos representantes do poder público presentes, escutando da população e sociedade civil as reivindicações que temos por soluções, diante da situação de degradação ambiental em que se encontra o nosso bioma, que é exclusivamente brasileiro”, afirma a assessora político-pedagógica Risoneide Lima.
Dentre as principais degradações, estão: a devastação das matas ciliares; a seca das fontes de água; a falta de tratamento adequado do lixo, e o desmatamento descontrolado da caatinga através das queimadas e da extração ilegal de madeira, que trazem consequências desastrosas para a vida humana e as diversas espécies animais e vegetais.
Além do Seminário, a programação ainda conta com três oficinas no município de Umarizal: educação alimentar junto à Associação Agroecológica Oeste Verde (AAOEV), horta urbana comunitária no Centro Presbiteriano de Apoio à Criança (CEPAC) e formação sobre formalização da Associação de Catadores de Recicláveis.
Organizada inicialmente pela Diaconia, atualmente a Semeia é realizada por diversas organizações e representantes da sociedade civil. Fóruns de Políticas Públicas de Umarizal e Caraúbas, Emater-RN, ATOS, Terra Viva, sindicatos e associações de agricultores/as são algumas das entidades parceiras.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.