Mártires de Cunhaú e Uruaçu

A autorização do Papa Francisco para a canonização dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, pautou o pronunciamento do deputado José Dias (PSDB) nesta quinta-feira (23), na Assembleia Legislativa. O parlamentar comemorou a informação, anunciada pela Arquidiocese de Natal, de que os Mártires devem ser declarados santos pelo Vaticano ainda este ano.
“Façamos neste dia, dentro de nossas almas e coração, um voto de fé e de prece para que este ato de assunção aos altares dos nossos Mártires sirvam como benção para todo o povo do Rio Grande do Norte”, rogou José Dias.
De acordo com a Arquidiocese de Natal, a autorização para o ato de santificação dos Mártires do RN foi confirmada durante audiência realizada na manhã desta quinta no Vaticano, onde o papa Francisco recebeu o cardeal Ângelo Amato, prefeito da Congregação das Causas dos Santos.
“Faço este comunicado na Casa Legislativa com muita emoção, pois tenho consciência que os valores morais, espirituais e religiosos não podem sumir da face da terra. Foram eles (cristãos) que fundaram a nossa civilização e, sem eles, ela perecerá”, concluiu o deputado.
Mártires
A cultura religiosa nas cidades de São Gonçalo do Amarante e Canguaretama, no interior do Rio Grande do Norte, está fortemente ligada à figura dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu. Também conhecido como Protomártires do Brasil, este é o título dado aos cristãos martirizados nos dois municípios em 1645 em decorrência das invasões holandesas no Brasil. Mais de 80 fiéis da Igreja Católica foram mortos; destes, 30 foram martirizados.
Crédito da Foto: Eduardo Maia

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.